No Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Rede Europeia Anti-Pobreza promoveu um debate no Instituto Politécnico da Guarda com o tema “Os Direitos Humanos no Ano Europeu do Desenvolvimento – A experiência do distrito da Guarda”, que juntou vários municípios e instituições de intervenção social da região.

O Município de Mêda, representado pela Dra. Carla Cunha, e o Centro de Saúde de Mêda, representado pela Enfermeira Ana Cristina Zeferino, contribuíram para a reflexão através da apresentação “Estratégias locais no caminho do desenvolvimento social”, que sintetizou as principais intervenções de âmbito social realizadas no nosso concelho. Exemplos como a loja solidária “Mêda Amiga”, o projeto “Mêda Solidária” (de requalificação de habitações), as atividades da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e a Unidade Móvel de Saúde serviram de mote para uma análise do que representa a defesa dos direitos humanos para o desenvolvimento e coesão social no concelho.

[responsive]congresso-direitos-humanos-guarda-10-12-2015-3[/responsive]

Com o apoio de vários parceiros sociais, e num contexto socioeconómico em que se agravaram as carências de algumas franjas da sociedade, o Município tem-se esforçado por garantir que toda a população tem acesso a direitos fundamentais como a alimentação, vestuário, habitação, saúde, formação e cultura.

O Auditório dos Serviços Centrais do Instituto Politécnico da Guarda juntou autarcas, docentes, estudantes e profissionais das áreas sociais na procura de soluções para o combate à pobreza, discriminação e desigualdade.

[responsive]congresso_final[/responsive]