Trigésima edição do Festival contou com a participação de seis Grupos Etnográficos

Foi no passado dia 21 de junho, domingo, que o salão Polivalente da Casa Municipal da Cultura acolheu o XXX Festival de Folclore, organizado pela Câmara Municipal e pelo Centro Cultural e Recreativo de Mêda.

O Festival teve início com a já concentração dos grupos etnográficos presentes em frente aos Paços do Concelho, que seguiram em desfile até à Casa Municipal da Cultura.

O encontro preencheu a tarde de domingo, iniciativa esta, que vem sendo anual na localidade, com demonstrações típicas de várias regiões. A abrilhantar este encontro estiveram presentes os seguintes grupos:

– Rancho Folclórico “Os Traquinas” da ARC de Quebradas- Azambuja

Grupo etnográfico das Aves- Santo Tirso Associação Folclórica das Cantarinhas de Triana – Rio Tinto

– Rancho Folclórico do Ferro – Covilhã

– Centro Sociocultural da Coriscada – Mêda

– Rancho do Centro Cultural e Recreativo de Mêda.

As centenas de pessoas que assistiram ao Festival, não se cansaram de aplaudir os ranchos que se deslocaram à Mêda para mostrarem as tradições culturais das regiões que representam.

A Autarquia, pelas palavras do Vice-Presidente da Câmara Municipal, Paulo Esteves, entende que o Folclore desempenha um importante papel na preservação dos costumes e tradições e da necessidade de salvaguardar o património cultural das nossas gentes, proferindo algumas palavras de agradecimento em primeiro lugar aos Grupos de Folclore presentes, e ao público presente por assistir ao Festival. Referiu ainda, que é importante passar para os mais novos o testemunho do passado e o gosto pela preservação da cultura popular das gerações ancestrais sendo este um dos objetivos deste Festival de Folclore, pelo qual o Município tem todo o gosto em apoiar e cumprirá anualmente esta iniciativa, pois só com a união e colaboração de todos é que o movimento folclórico ganha força para continuar vivo.