Peça de Teatro enche Casa Municipal da Cultura

No passado sábado, dia 28 de fevereiro, pelas 21H30 a Casa Municipal da Cultura encheu-se para receber a peça de teatro “O Saco das Nozes” da companhia de teatro A Filandorra – Teatro do Nordeste, uma peça sobre a violência doméstica.

Baseada na obra de A.M. Pires Cabral, “O Saco das Nozes” é uma é uma peça que respeitando a cultura popular e baseia-se em várias histórias da tradição oral, que se interligam umas com as outras, dando origem a uma história coerente e hilariante. O tema central parte da ideia de que as mulheres devem ser submissas aos maridos, contudo, o desenrolar dos acontecimentos em cena mostra o contrário. Uma comédia onde os homens andam da maneira que as mulheres querem, e cujo Padre promete um saco cheio de nozes ao homem que quer provar que é ele quem manda em casa.

O encenador da peça pretendeu pôr as pessoas a pensar sobre este tema, de forma divertida. O encenador, David Carvalho explica que apesar de a peça ser baseada num texto de 1982 se mantém atual. “Está ainda atual e por isso é que os escolhemos. Queríamos homenagear Pires Cabral, e esteve para ser feita uma peça que aborda o problema da comunicação social, e foi-se para o “Saco das Nozes” pela motivação emocional”, perante vários casos de violência doméstica que aconteceram na região e terminaram em morte, esclarece o diretor artístico da companhia. Pires Cabral sublinha que a mensagem que a peça transmite tem a ver com a necessidade de harmonia entre casais. O escritor natural de Chacim, que já viu o texto várias vezes representado por grupos de teatro amador, explica que se baseou em histórias populares das aldeias para criar o enredo. A produção é apoiada pela Direcção Regional da Cultura do Norte (excerto retirado de http://www.brigantia.pt)