Dois dias de feira, onde a animação foi constante e com diversos momentos de destaque.

Nos dias 30 e 31 de maio, a Cidadela da Aldeia Histórica de Marialva regressou à Idade Média, para acolher mais um Mercado Medieval.  Contou com a presença de inúmeros taberneiros, artesãos e mercadores e, ainda, os estabelecimentos comerciais, cujo número aumentou consideravelmente.

O visitante pôde encontrar os mais variados tipos de artesanato pelas várias ruas do centro histórico, designadamente bijutaria, cristais, pedras, incensos, amuletos, produtos esotéricos, chás, licores, compotas, artesanato em pele, óleos, plantas entre muitos outros produtos.

Como novidades, esta edição contou com a exibição da Ópera Ligeira “Ópera D. Dinis” com a participação dos alunos do Centro de Formação Musical e da Academia Sénior de Mêda e com o Concerto dos Albaluna. Foram dois dias de feira, onde a animação foi constante e contou com momentos de destaque.  No primeiro dia, o grande momento foi, sem dúvida, o Concerto de Albaluna. No segundo dia, o protagonismo recaiu no Cortejo Régio de Despedida ao Casal Real, bem como a exibição da peça de Teatro “Auto da India” de Gil Vicente apresentado pela Filandorra Teatro do Nordeste.

Pelas ruas, como já vem sendo hábito, dezenas de figurantes trajados à época interagiram e animaram os visitantes. De realçar que o espaço de entrada do Castelo, acolheu o acampamento medieval dos Arqueiros D’el Rei, com demonstração de artes e ofícios, onde todos os visitantes puderam interagir com os usos e costumes Portugueses dos séculos XIII e XIV. Na zona comercial, destacam-se as tabernas medievais, onde foi possível provar os mais variados sabores.

À semelhança das edições anteriores, os trajes, a gastronomia, a animação, a música, a dança, o teatro, enfim, as práticas da época medieval em geral, estiveram de volta aos espaços mais característicos.

Durante os dois dias de Feira, os visitantes, como que por magia, tiveram a oportunidade de conviver com as figuras mais tradicionais de outros tempos, podendo entrar ativamente no espírito da festa, envergando as roupas tradicionais, participando das brincadeiras e animando o espaço da feira. Na cerimónia de encerramento, o Presidente da Câmara Municipal Anselmo de Sousa começou por agradecer a colaboração de todos os participantes, desde os comerciantes e expositores, até aos figurantes e animadores, que contribuíram para o sucesso de mais uma edição do Mercado Medieval de Marialva. Disse ainda o edil, ser esta uma aposta a continuar por parte do Município, de forma a promover o Património Cultural e Arquitetónico de Marialva e consequentemente de todo o concelho de Mêda, dinamizando os setores do comércio e turismo local.