Concelho afirma-se pelo 2º ano consecutivo como um território com fortes potencialidades no sector da caça.

No passado fim de semana decorreu no recinto do mercado municipal o II Encontro Ibérico de Matilhas, uma organização entre a Associação Portuguesa de Matilhas de Caça Maior (APMCM) e o Município de Mêda, com a parceria de FENCAÇA, Asociación de Rehalas Regionales Españolas (ARRECAL) e o Clube de Caça e Pesca de Mêda. Marcaram presença cerca de meia centena de matilheiros portugueses e espanhóis.

 

Pretendeu-se com a realização deste evento reforçar o posicionamento do concelho nas atividades cinegéticas, potencializado deste modo outros sectores económicos locais. O evento, à semelhança da edição do anto anterior contou com distintos momentos que serviram principalmente para fomentar contactos entre os matilheiros, possibilitando trocas de experiencias e até a realização de algumas parcerias entre os mesmos. Destacamos o concurso de Matilhas de Caça Maior, as provas de demonstração de Cães de Coelho e as corridas de Galgos que este ano foram uma novidade. A encerrar o dia de sábado, na nave de Exposições, onde também estavam instalados alguns expositores ligados à caça e aos produtos regionais, teve lugar um conferência onde foram debatidos e abordados alguns problemas que esta atividade atravessa. No final foi assinado um contrato de colaboração entre a APMCM e a ARRECAL para a criação da União Ibérica de Rehalas e Matilhas (UIREMA). No domingo, para além da continuação das outras demonstrações paralelas, teve lugar uma prova do Campeonato Nacional de Santo Huberto.

 

O balanço final foi bastante positivo, uma vez que estes eventos servem para atrair cada mais pessoas ligadas às atividades cinegéticas, permitindo divulgar e promover os nossos recursos cinegéticos e os produtos endógenos.