No dia 05 de maio, sexta, na Biblioteca Municipal e Casa da Cultura de Mêda, 126 alunos de 31 escolas da Região das Beiras e Serra da Estrela participaram nas provas da fase regional do Concurso Nacional de Leitura 2016-2017, 11ª edição.

Os objectivos do Concurso são os de promover o gosto pela leitura e estimular o treino de competências de expressão escrita e oral a partir de obras literárias propostas a alunos do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário. Os livros propostos foram O Romance de Rita R de Ana Saldanha, Os Sonhadores de António Mota; O Triunfo dos Porcos de George Orwell e Uma Costela da Beira Alta de Daniel Joana.

No período da tarde a anteceder as provas orais os alunos puderam no auditório da Casa da Cultura desfrutar de um momento musical de descontracção protagonizado por Fábio Mesquita, um jovem da Mêda que já participou nos “Ídolos”.

Nas provas orais de leitura expressiva, texto narrativo e poético e de argumentação é de salientar a clareza e naturalidade de leitura, e a boa  abordagem dos temas de argumentação propostos. Os vencedores apurados para a Fase Final do Concurso Nacional de Leitura foram na categoria “3º ciclo”: – Bárbara Isabel Soares da Escola Secundária de Pinhel, tendo sido apurados como suplentes, Diana Rita Azevedo Martins, aluna do Externato Evaristo Nogueira de Seia e Lara Maria Tavares da Escola Básica de São Domingos da Covilhã. Na categoria “Secundário” ficou em primeiro lugar, Vera Raquel Gonçalves da Escola Secundária de Figueira de Castelo Rodrigo e como suplentes, Joana Alexandra Fonseca da Escola Básica e Secundária Sacadura Cabral de Celorico da Beira e Ana Dara Geraldes da Escola Básica e Secundária da Sé, Guarda.

Para memória futura os professores das diferentes escolas que acompanharam os seus alunos deixaram-se fotografar em mais um momento de coesão e de identidade territorial, tendo por móbil a cultura livresca.  Estão o Município de Mêda, a sua Biblioteca Municipal e todos os restantes intervenientes de parabéns pela organização de um evento de complexidade, que mobilizou vontades, numa cruzada apologética a favor da leitura, porque na realidade “Ler faz bem”, e os bons livros e os seus autores assim o merecem.

 

Galeria de Fotografias