Autarquia lança concurso para criação de Área de Acolhimento Empresarial

A Câmara Municipal de Mêda tem a decorrer o concurso público internacional para a empreitada de execução de infraestruturas da futura Área de Acolhimento Empresarial.

O concurso, com o valor base de cerca de 1,1 milhões de euros, visa a execução de infraestruturas do novo loteamento industrial da cidade de Mêda, que ficará situado junto da estrada que faz a ligação com a freguesia de Ranhados.

A autarquia está a adjudicar trabalhos relacionados com movimento de terras, implantação e pavimentação de arruamentos, infraestruturas elétricas e de telecomunicações, redes de abastecimento de água, redes de drenagem de águas pluviais, redes de drenagem de águas residuais e respetivo sistema de tratamento (ETAR – Estação de Tratamento de Águas Residuais). A futura Área de Acolhimento Empresarial de Mêda terá capacidade para acolher cerca de 27 pequenas e médias empresas

É intenção da autarquia criar condições para que pequenas e médias empresas possam investir no concelho e as existentes terem melhores condições para que possam “crescer mais”. Uma vez que o concelho está “muito virado para a agricultura, torna-se assim necessário apostar no setor empresarial. A cidade de Mêda possui um antigo parque industrial que deixou de apresentar condições para receber mais empresas, daí a aposta do município em avançar com o projeto para a conclusão de um novo complexo empresarial.  O projeto será “uma mais-valia” para o concelho, pois existem já alguns empresários de concelhos limítrofes que já mostraram o seu interesse em se em instalarem na futura Área de Acolhimento Empresarial.

A autarquia lamenta que muitas vezes o Governo não olhe para territórios como o de Mêda e verifique que “são zonas com grande potencialidade”. Esta política de encerramento de serviços levada pelo Governo prejudica investimentos futuros nos territórios do interior.

Espera-se que o projeto de execução da nova zona industrial seja apoiado a 85% por fundos comunitários, no âmbito de uma candidatura já apresentada pela autarquia. A decisão do concurso público deverá ser conhecida no primeiro trimestre de 2014. A obra poderá ficar concluída em finais do próximo ano ou no início de 2015.

[Clicar aqui para consultar Anúncio de procedimento n.º 5814/2013 ]