Reflecção sobre o direito à diferença, com um forte apelo à natureza.

No passado dia 16 de Dezembro decorreu na Nave de Exposições do Mercado Municipal uma peça de teatro direcionada aos mais pequenos. A peça de teatro “ O Grilo Verde” da autoria de António Mota, Grande Prémio Gulbenkian da Literatura para crianças e jovens em 2006, encenada pelo Grupo Filandorra – Teatro do Nordeste conta a história de um grilo espantoso que vive numa horta onde só existiam grilos pretos…mas este grilo era diferente: era verde e sabia assobiar…modinhas! Esta peça faz refletir sobre o direito à diferença, recuperando os conceitos da horta e do verde, com um forte apelo à natureza.