Inauguração da exposição Textura Cromática de Jorge BaldwinInauguração da exposição Textura Cromática de Jorge BaldwinA Casa Municipal de Cultura de Mêda apresenta até 31 de Março a exposição “Textura Cromática” do pintor peruano Jorge Baldwin constituída por cerca de quatro dezenas de obras originais.

O Presidente do Município de Mêda, João Mourato, realçou o carácter inédito da exposição que é “ diferente, com um tanto de expressionismo, distinta de muitas outras com uma raiz naturalista”.

Esta é a segunda vez que Jorge Baldwin mostra as suas obras ao público de Mêda.

A exposição é organizada pela Casa Municipal de Cultura e Divisão Sócio-Cultural da Câmara Municipal de Mêda cujo director, Aurélio Saldanha explica decorrer no âmbito do programa de desenvolvimento cultural encetado pela autarquia “ dando vida e atractibilidade à Casa Municipal de Cultura como verdadeiro pólo difusor de cultura e criatividade”.

Jorge Baldwin nasceu em Trujillo (Peru) em 1949, depois de uma passagem pela Alemanha, Equador, Venezuela e Estados Unidos, veio viver para Pombal de Ansiães (Carrazeda de Ansiães) onde actualmente reside.

Estudou pintura com os mestres Alejandro de Los Rios e Ayin.

“A obra deste artista localiza-se à margem dos vaivéns da modernidade, entendida esta como vanguardismo. Com a sua perspectiva de outsider, Jorge Baldwin cultiva um espaço dentro da tradição estética que se desenvolve nas paisagens da abstracção cromática e na busca do espiritual”, afirma a apresentação de Jorge Baldwin.

O pintor define a sua obra como “muito subjectiva” pelo que não atribui título às criações expostas, deixando-o ao critério dos visitantes.

Jorge Baldwin é uma pessoa que se dine ainda como um “ criativo nato” cuja obra se dispensa ainda pelo Teatro e Poesia.