População reivindica os seus direitos junto da Assembleia da República

O Município agradece a todos aqueles que aceitaram o desafio para se deslocarem até Lisboa, a fim de participarem no Protesto contra o novo mapa judicial, em frente à Escadaria da Assembleia da República.

Do concelho de Mêda partiram três autocarros rumo a Lisboa e que muito fizeram notar o seu descontentamento pela reformulação do novo mapa judicial promovida pelo Governo e que se juntaram a muitos advogados, funcionários judiciais, autarcas e populares respondendo ao apelo da Ordem dos Advogados para que se juntassem à manifestação em Lisboa, assinalando o primeiro dia de férias judiciais, mas de olhos postos na rentrée de Setembro – altura em que entra em vigor o novo e polémico mapa judiciário para o qual pedem pena capital.

No entender do Presidente da Câmara Municipal, Anselmo Sousa, o encerramento dos tribunais do interior afastam as populações muito envelhecidas da justiça.