Despertar para a madrugada da vida, tradição da região“Despertar para a madrugada da vida, tradição da região”

 

“DESPERTAR PARA A MADRUGADA DA VIDA, TRADIÇÃO DA REGIÃO”

Exposição de Pintura de NOSLEN

10 de Fevereiro/10 de Março

A Casa Municipal de Cultura de Mêda apresenta a partir de hoje até 10 de Março a exposição “Despertar para a Madrugada da Vida, Tradição da Região “ de NOSLEN.

Com um matiz que enche de alegria e côr a Galeria de Exposições da Casa Municipal de Cultura de uma criatividade com invulgar sensibilidade de um artista de raízes beirãs. 

UM MANIFESTAÇÃO ARTISTICA EM NOME DA ARTE E DA VIDA 

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MÊDA, JOÃO MOURATO, CLASSIFICOU ESTA COMO UMA MANIFESTAÇÃO ARTISTICA “EM NOME DA ARTE E DA VIDA”, REALÇANDO A CRITIVIDADE DE NOSLEN E AS SUAS OBRAS OU COMPOSIÇÕES.

POR OUTRO LADO, SALIENTOU O PAPEL QUE A CASA MUNICIPAL DE CULTURA TEM DESEMPENHADO NA PROMOÇÃO CULTURAL DO CONCELHO DE MÊDA, NA VALORIZAÇÃO E DIVULGAÇÃO DOS ARTISTAS E DA ARTE, PROJECTANDO A MÊDA NO PANORAMA CULTURAL LOCAL, REGIONAL E NACIONAL.

JORGE SARAIVA, VEREADOR DA CULTURA E EDUCAÇÃO NO MUNICPIO DE MÊDA E TAMBÉM VICE-PRESIDENTE DA AUTARQUIA, AFIRMOU NESTA OCASIÃO, QUE “O CONJUNTO DE OBRAS APRESENTADO, NA LINHA DE CONTINUIDADE DO IMPRESSIONISMO, RETRATA TODO UM ESFORÇO DO ARTISTA EM INTERPRETAR A REALIDADE QUE O CERCA, VALORIZANDO O SONHO COMO PONTO DE PARTIDA DE TODO O PROJECTO HUMANO”.

“TRABALHA JOGOS DE CORES “LOUCAS E AVLUDADAS” COMO DIZ O PINTOR, MOSTRANDO BEM A CAMINHADA DO HOMEM QUE CORRE ATÉ AO INFINITO”, AFIRMOU O VIC-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MÊDA.

NOSLEN, O ARTISTA, ENALTECEU O ESFORÇO DA CÂMARA MUNICIPAL DE MÊDA NA PROMOÇÃO DA CULTURA COMO UMA FORMA DE DESENVOLVIMENTO E EXPRESSOU QUE “ AS GENTES NÃO DEIXAM MORRER AQUILO QUE É NOSSO” E QUE A ACÇÃO DESENVOLVIDA PELO MUNICÍPIO DE MÊDA “É A PROVA VIVA DE QUE A CULTURA DE UM POVO ESTÁ VIVA”

O ARTISTA 

NOSLEN nasceu em Moçambique, na cidade da Beira, em 1969, Desde muito cedo gostava de olhar, observando, dai a caminhada para as Artes Plásticas como autodidacta. Tudo começou com a Escultura onde teve as primeiras aulas, anos mais tarde e, já em contacto com alguns Artistas Plásticos, é que veio todo o desenvolvimento para a pintura a óleo onde tem vindo a incrementar novas técnicas de óleo sobre tela.

Efectuou exposições em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente na Universidade Católica de Viseu, Salão Nobre da caixa Agrícola de Mangualde Bar “Ao Rubro” Mangualde, galeria de Exposição do IPJ-Viseu, Café “Moderno”em Mangualde, Fusão das Cores Galeria do Hotel Montebelo- Viseu, Biblioteca Municipal de Mangualde “Aperto” em Viseu Salão das Magnólias em Seia, Expovis-Viseu.