Coriscada Encontro com o Passado, Realçando o Presente para Preservar o Futuro

Posto de Turismo de Mêda (Até 31 de Março)

A Câmara Municipal de Mêda através da Divisão Sócio-Cultural exibe no Posto de Turismo de Mêda até 31 de Março a exposição “ CORISCADA Encontro com o Passado, realçando o Presente para preservar o Futuro”
 

A História e seus testemunhos arqueológicos, as Tradições e Actividade Económica, a vida de uma Aldeia do Concelho de Mêda marcadamente rural, mas com inovação e espírito de iniciativa a caminho do progresso e do desenvolvimento, estão aqui bem patentes nos utensílios domésticos, nas ferramentas de trabalho, nos achados arqueológicos, em suma, nas gentes de Coriscada.

O presidente da Câmara Municipal de Mêda, João Mourato, que inaugurou a exposição em 29 de Janeiro, não tem dúvidas que “ mostrar a realidade social, económica, cultural das nossas terras é também uma forma de motivar as pessoas, incentivar os mais novos à descoberta e à iniciativa, cimentar o encontro e reencontro dos seus naturais e sobretudo dignificar a História”.

Esta exposição está inserida num plano estratégico do Município com vista a divulgação do Concelho de Mêda e revela aspectos históricos importantes da freguesia de Coriscada e também os seus aspectos de desenvolvimento futuro, tendo em conta o esforço que os seus naturais têm desenvolvido, além do apoio e trabalho realizado pela Câmara Municipal da Mêda que quer um concelho coeso, dinâmico e inovador.

O Presidente do Município de Mêda salienta as iniciativas empresariais decorrentes das actividades tradicionais de Coriscada que hoje são empresas de sucesso ligadas a vários sectores de actividade como o Vinho, Panificação, Salsicharia, Marcenaria, a construção de um Lar para a Terceira Idade, privado, equipamentos sociais, recreativos e desportivos.

Os recentes achados arqueológicos no sítio do Vale de Mouro, romanos, projectaram Coriscada no mundo da cultura e da investigação arqueológica de uma forma vincada e assinalável.
 

O Presidente da Câmara afirmou que esta exposição vem demonstrar as potencialidades de uma freguesia e dar a conhecer que a Coriscada tem potencialidades para merecer atenção no sentido de serem criadas infra-estruturas associadas ao seu património e tradições que merecem ser conhecidas, divulgadas e visitadas e com grandes potencialidades ainda para atrair pessoas.

O Presidente da Junta de Freguesia de Coriscada, Vítor Manuel Tomé Almeida, disse que esta exposição organizada pela Câmara Municipal de Mêda, Junta de Freguesia e o Centro Sócio-Cultural da Coriscada mostra uma “localidade empreendedora, que mantém as suas tradições e com base nelas se esforça por criar desenvolvimento e riqueza”.

Referiu como exemplo os casos de sucesso de industriais e empresas ligadas ás actividades tradicionais como a “matança do porco” que inspirou a criação da Salsicharia Moreira, o cultivo do centeio, base alimentação da população de que surgiu, de forma moderna, a Panificadora Tavares & Moreira, o cultivo do vinho, onde a Quinta dos Barreiros produz o “Gravato”, um dos melhores vinhos portugueses e a Marcenaria -Carpintaria Pinto.

O Presidente da Junta de Freguesia de Coriscada realçou a importância dos achados arqueológicos do Vale de Mouro, dirigidos pelo arqueólogo António Sá Coixão e aproados pela autarquia local e Município de Mêda, como sendo uma referência e uma descoberta que projectou Coriscada no país e estrangeiro.